6 de dez de 2011

ASTRAL CITY - A SPIRITUAL JOURNEY chega aos Estados Unidos

Mais uma etapa do Nosso Lar acontece hoje. E que etapa!

A partir de hoje, dia 6 de dezembro, o filme está disponível em todos os Estados Unidos, um mercado singular e único, com suas próprias leis e com uma ressonância imponderável. Seja no DVD ou online, Astral City - a spiritual journey paira sobre a terra de Benjamin Franklin.

Confesso que, nem nos primeiros planejamentos sobre o filme, eu poderia imaginar sua amplitude, sua capacidade de dialogar com o público - mesmo que, por vezes, as "respostas" tenham sido ríspidas e críticas.

Mas o êxito de sua carreira mostra que as respostas foram muito mais de lágrimas, sorrisos, reflexões e elogios, numa mistura que somente a experiência e o prazer de assistir a um filme proporcionam.

Tudo isso, de fato, é parte da vida de um longa-metragem, que se presta, como meio de comunicação, a encontrar leitos pedregosos ou correntezas e cachoeiras lindas e poderosas - que chegam diretamente ao oceano do grande público.

A divulgação continua e, agora, novas respostas chegarão. Curioso? Sim, para ver como um país com o potencial espiritual da América responde a uma história que tem, como pano de fundo, toda uma idéia sobre a vida espiritual.

Compartilharemos tudo o que estiver acontecendo com ele como sempre fizemos, e, também, como de praxe, convocando aos que gostam dele - principalmente aos brasileiros que moram na América do Norte - que o recomendem, que sejam multiplicadores de sua existência, a todas as pessoas, indistintamente, independente de classe, sexo, religião, opção política ou filosófica.

É apenas um filme. Mas um filme é sempre maior que todos nós quando o respeitamos como tal. E um filme prescinde de rótulos outros além dos que usualmente são aplicados na indústria.

Novamente, me vejo pedindo às pessoas apenas que "dêem uma chance para esta história" - "Give this story a chance" !

E, ainda, novamente, me vejo usando a boa e velha palavra adequada para a ocasião - obrigado!

Só que, desta vez, é o conhecido "Thanks"!

Wagner de Assis

Diretor-Roteirista