30 de jul de 2010

Nosso Lar é Um Filme Diferente? Por que?

"In many aspects Nosso Lar is no different than any other movie. It has wonderful actors, sets, visual effects, music and it is based on a best selling book. Yet the feeling it provokes is one of great spiritual satisfaction. Because Nosso Lar is not merely a movie about the spirit world but a mean to begin to understand that which is not understandable. Why was I born? Why must I die? The story of Andre Luiz opens a window to a possibility behind which lies a great truth. I have a purpose beyond the concerns of my daily life. And isn't that an amazing message!

Em muitos aspectos "Nosso Lar" não é diferente de qualquer outro filme. O filme tem a presenca de atores, sets, efeitos visuais, música maravilhosos e é baseado num livro "best seller". Ainda assim o sentimento provocado pelo filme é de profunda satisfação espiritual porque "Nosso Lar" nao é um filme apenas sobre o mundo espiritual, mas um meio para começarmos a entender aquilo que ainda nao é compreendido. Por que nasci? Por que devo morrer? A história de André Luiz nos abre uma janela para uma possibilidade onde existe uma grande verdade. Eu tenho um proposito que vai além das minhas preocupações diárias. E só isso já não é uma mensagem fascinante?"


Harold Apter
Consultor do roteiro
Produtor associado

Da Série: Nosso Lar é Um Filme Diferente? Por que?

Nosso Lar é um divisor de águas
do ponto de vista da realização técnica.

"Nunca na história desse país se viu tamanha ousadia na produção de um filme nacional: equipe de fotografia importada de Hollywood, efeitos especiais e pós produçao dos banbanbans do Canadá, e a trilha musical entregue ao indiscutível talento de ninguém menos que Phillip Glass. Isso tudo para contar uma já consagrada história da literatura nacional."

Tenho dito.


Abs,
Marcelo Moraes (editor)

29 de jul de 2010

Mais Poster pelo Brasil

Kamilla Almeida de Santa Bárbara d'Oeste - SP:

Crédito da Foto: Kamilla Almeida

26 de jul de 2010

3º Congresso de Medicina e Espiritualidade

O trailer de NOSSO LAR foi exibido no 3º Congresso de Medicina e Espiritualidade em Lyége, Bélgica. Organizado pela Associação Médico Espírita Internacional, dirigida pela Dra. Marlene Nobre e pelo Mouvement Spirite Francophone.

Crédito da Foto: Jean Claude

Nosso Lar Pelo Brasil (Continuação)

Jéssica Lorrane de São Paulo Capital:

Crédito da Foto: Jéssica Lorrane



Fotografe o poster no cinema e mande para nós!

20 de jul de 2010

Poster Final

19 de jul de 2010

A Produtora e o Filme

Parte do discurso da produtora Iafa Britz durante a promoção do filme num grupo de amigos

Fico tentada a dizer que Nosso Lar é somente um filme. E que seu processo de produçao foi como qualquer outro filme, com suas caracteristicas e desafios próprios.

Jamais estive cercada de tantas pessoas cujo unico objetivo em suas vidas é passar a mensagem do amor incondicional. Jamais convivi com pessoas com tanta confiança e convicçao no plano espiritual. E fui abdusida por este sentimento.

Desde o primeiro dia que comecei minha contribuiçao neste projeto até o dia de hoje, fui testemunha da belíssima tolerancia e aceitaçao religiosa de cada individuo.
Porque sim, somos individuos com crencas e ideais diferentes, mas o respeito estava acima de tudo.

Num filme onde a complexidade técnica era tao grande, nosso verdadeiro desafio era – e continuará sendo – o controle do ego, da ira, da vaidade. E é muito dificil ser um exemplo de comportamento, quando somos ainda tao infantis e frágeis.

Entao supero, agora, minha tentaçao de chamar Nosso Lar de “apenas um filme”, e compartilho o que realmente foi: uma experiencia inesquecivel, onde cada um de nós vivenciou de alguma forma a trajetória pessoal do nosso protagonista André Luis de auto-conhecimento, crescimento e superaçao. Com todas as dores e duvidas.

Sou pura gratidao a todos aqueles que concordaram em colaborar com esta obra. Pessoas de vários paises, racas e tradiçoes. Exatamente como deveria ser feito este filme, plural. E sou pura gratidao por ter tido a chance de fazer parte dele. Agradeço profundamente ao Wagner, ao Luis Augusto, a Beth, aos meus queridos novos-antigos amigos da Feb, a toda equipe e elenco do filme. E a todos aqueles que nao sei os nomes mas que sei que estavam diariamente conosco.

Que seja o primeiro em muitos. E que cada espectador tenha a chance de vivenciar, a partir do dia 3 de setembro, como nós, sua propria trajetoria, com entrega, sem medo do desconhecido, sem medo de investigar, de questionar, de arguir, mas com a mente e coraçoes abertos.

Iafa Britz
Produtora do Filme

14 de jul de 2010

Nosso Lar Pelo Brasil

Fotografe o poster de Nosso Lar nos cinemas e mande pra gente! Esse aqui foi enviado do amigo Gabriel Barros de Chapecó, Santa Catarina:

Crédito da Foto: Gabriel Barros



Jéssica de João Pessoa, Paraíba:

Crédito da Foto: Jéssica Lobo

Roberto Munhoz de São Paulo capital:

Crédito da Foto: Roberto Munhoz

6 de jul de 2010

A Primeira Cópia e o Primeiro Dia

Hoje, dia 6 de julho de 2010, completamos um ano do início das filmagens. Como coincidências não existem, hoje, exatamente hoje, a equipe de pós produção e o diretor Wagner de Assis estão em Toronto, no Canadá, aprovando a primeira cópia do filme!

Renato Tilhe, Jim Fleming, Heloisa Lopes, Wagner de Assis e Lou Casado nos laboratórios da Techcnicolor, em Toronto, Canadá, após a primeira sessão do filme Nosso Lar.

Ao percebermos tamanha felicidade com essas datas, lembramos com carinho e mesmo uma certa nostalgia do primeiro dia de filmagem – para muita gente, algo como estrear em Copa do Mundo. Ou jogar a final, quem sabe. O fato é que, em cinema, todos os dias seguintes serão como finais de campeonato. E aquele dia tinha que ser especial. Atores a postos, a câmera liga, a magia acontece e é preciso vencer todos os milhões de obstáculos que tentam impedir este momento único.

Estávamos em plena locação do Umbral. Lua crescente. Céu limpo e tempo frio. Havia aquela eletricidade no ar e também muita eletricidade ao redor - mais de 8.000 metros de cabos esticados ao redor do set. A primeira cena foi com André Luiz deitado no chão. O resto a gente conta depois do filme estrear. Porque hoje, ao vermos a cópia pronta, ao vermos a alegria da equipe da Technicolor (onde foi feito todo o resto da pós produção do filme, que não envolvia os efeitos visuais), reencontramos uma outra e maravilhosa magia - aquela que nasce da tela e espalha-se pela sala escura quando um filme é projetado.

Sim, o filme está pronto! Fica por aqui até o momento certo de viajar ao Brasil. Enquanto isso, a gente compartilha a emoção de mais uma grande etapa completa. Como diz o diretor Wagner de Assis, "pronto mesmo o filme só fica quando encontrar o público".

Que venha 3 de setembro!